COLUNAS



COLUNA DO TECAU

com


Luiz Antonio Tecau

Eleições 2022: as cartas estão na mesa


Cartas na mesa. Eleições se aproximando e a movimentação dos pré-candidatos já é uma realidade na pequena e não tão pacata cidade de Camboriú, a mãe pobre da Dubai dos trópicos, também conhecida como Balneário Camboriú.


Não é segredo que o sonho do prefeito Elcio é, um dia, conquistar uma cadeira na Alesc. Mas ele jurou juradinho (tá registrado na entrevista que ele cedeu ao LP nos idos de 2020) que ele cumpre o mandato até o fim. Havia um certo receio que ele renunciasse para disputar uma vaguinha na Assembleia. Aliás, tem gente que ainda acha que isso possa acontecer. Mas, como já disse o Chorão: o impossível é só questão de opinião. Numa dessas…


Quem já declarou pré-candidatura e tá rodando SC em busca de votos é Altamir Montibeller. Montiba vai disputar uma vaga ao cargo de Deputado Estadual. Segundo ele, provavelmente pelo Republicanos.


Outra figura carimbada na política local é a intisicada Jane Stefenn. A atentada do Monte Alegre é filiada ao PSL, que deve se fundir ao DEM, formando uma nova sigla: a União Brasil, que receberá o número 44. Jane é pré-candidata a deputada federal.

Outro nome que fez muitos votos em 2018 foi o Júnior Cardoso, o vice-prefeito. Porém, o PL tem outros nomes em vista. O partido aposta em Jorge Goetten para federal e Carlos Humberto para estadual. E, se assim for determinado, Cardoso seria uma carta fora do baralho, apenas apoiando os candidatos escolhidos.


Fabiano Olegário, que está deixando a presidência da mesa diretora da Câmara Municipal de Camboriú, também sinalizou a disposição em concorrer a uma cadeira na Câmara Federal. O filho do Edinho é pré-candidato pelo PDT.

Do ninho tucano, apenas um emplumado se arrisca a lançar o nome a pré-candidato: o flamenguista Márcio Pereira. O vereador do PSDB relata que já teve três reuniões com a presidente da sigla no estado, Geovânia de Sá. E, nesses encontros, seu nome está mantido como pré-candidato a deputado estadual.

No MDB de Elcio, dois nomes são ventilados: Josué Pereira e Andreia de Souza Machado. Josué confirmou que decide até a próxima semana a pré-candidatura a deputado federal. Já Andreia respondeu que “não há nada definido ainda”, a respeito de sua intenção de disputar essa eleição. Deixou no ar.

Agora, quem tá com a bola cheia (e tem muita gente se roendo com isso) é a Rose Figueiredo. A Rose do Latarte, que foi recentemente desligada da Fundação Cultural de Camboriú, é filiado ao PL. O mesmo partido do vice Cardoso, do Goetten e do Carlos Humberto. Porém, ela não deve permanecer na sigla. Acontece que, sabendo disso, não foi um nem dois partidos que já sondaram a ex-presidente da Cultura: foram três. Tá com a bola toda. Porém, até o momento, ela ainda não definiu qual rumo seguir.


Vamos aguardar. As cartas foram dadas. O resultado desse jogo, a gente vê depois.

Sobre Luiz Antonio Tecau

Editor Chefe


Sobre a Coluna

Coluna do Tecau

Um giro sobre o que desperta o interesse na cidade, no Brasil e no mundo, por Luiz Antonio Tecau.


COMENTÁRIOS