COLUNAS



LINHA SAÚDE MENTAL

com


Joyce de Almeida Cruz

Empatia

Linha Saúde Mental  28/06/2020 14h13




Foto: Getty Images

Você sabe o que é empatia?

Empatia é a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro, o psicólogo Rogers dizia que a empatia é ver o mundo com os olhos do outro. 

O ser humano tem a necessidade de sentir-se ouvido e compreendido, mas isso precisa ser recíproco, ou seja, não basta só querer ser compreendido, é necessário também estar aberto para compreender o outro. A empatia possibilita compreender melhor nossos sentimentos e dos outros também, assim essa habilidade permite melhorar as relações com o outro e consigo mesmo.

Agora vamos pensar em como aplicar a empatia em nosso dia a dia.

Pensar na empatia consiste em repensar todos os julgamentos de valores que diariamente fazemos, por exemplo, quando julgamos uma pessoa por tomar alguma atitude que não consideramos correta, ou por usar algum tipo de roupa que não aprovamos, ou ainda por sua postura frente a vida que é diferente da nossa, dentre outros exemplos. Se pararmos por um instante e nos colocarmos no lugar dessa pessoa talvez seja possível compreende-la e assim podemos aumentar nosso senso de respeito.

A empatia te permite ficar sensível ao que de fato importa nas relações humanas, que te estimula a um maior contato consigo mesmo o que pode promover autoconhecimento, ou seja, harmonia interna.

Vamos aproveitar essa situação de pandemia que foi posta em nossas vidas e transformar essa experiência em algo positivo, em aprendizado, em desenvolvimento da empatia. Nesse movimento é comum que a gente pense em cuidar só do nosso povo de casa, mas é importante e desejado que essa preocupação seja ampliada, ou seja, que esses cuidados e preocupações sejam estendidos a todas as pessoas, mesmo as pessoas que você nem saiba que existem. Isso tudo porque uma coisa é certa, sua atitude (cuidados com a higiene, distanciamento social, isolamento) nesse momento implica na saúde do próximo e vice e versa.

Sabemos que as pessoas mais vulneráveis a graves complicações do quadro de saúde caso sejam contaminadas pela covid19 são as pessoas dos grupos de risco (gestantes, doentes crônicos, obesos, problemas respiratórios, idosos). As pessoas saudáveis podem vir a se contaminar e nem apresentarem sintomas e por isso tenho observado que estão relaxando nos cuidados, e isso é grave porque mesmo que você seja saudável ainda assim tem potencial transmissor e se não mantiver os cuidados recomendados pode levar o vírus as pessoas que estão no grupo de risco que podem vir a óbito por descuido seu. Então nesse sentido também faço o apelo ao exercício de empatia, pense com carinho no próximo.

Se precisar de ajuda nesse processo de ampliar sua compreensão com o outro exercitando a empatia procure uma psicóloga, lembre-se que a empatia promove autoconhecimento e consequentemente autocuidado.

Seja responsável! Promova saúde! Exercite a empatia!

Reflita: nesse momento de pandemia como posso contribuir para enfrentarmos essa situação? A resposta pode estar no título dessa coluna.
Joyce de Almeida Cruz

Psicóloga Clínica

CRP 12/11350

(47) 99905 2536 – whatsapp

Joyce.cruz.5473 - instagram 



COMENTÁRIOS









Autor


Joyce de Almeida Cruz

Psicóloga


Coluna


Linha Saúde Mental

Uma coluna que reúne assuntos relacionados a saúde mental a partir do olhar da psicologia. Temas que podem ajudar as pessoas a lidarem com suas emoções e sentimentos, e ajudar ainda na compreensão sobre temas do dia a dia a fim de promover a saúde mental de todos, com a psicóloga Joyce Almeida.