ECONOMIA | GNV

Mercado de GNV projeta retomada em curto prazo




Foto: divulgação

O mercado de gás natural veicular (GNV) deve rapidamente retomar os patamares de consumo pré-crise, diferentemente de outros setores da economia. A projeção é da distribuidora, a Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGÁS), que espera no curto prazo uma recuperação de 80% a 90% do volume projetado no início do ano. 

Um dos motivos que aponta para a retomada é o aumento na tarifa de gasolina. Após um ciclo de queda, devido à redução no preço internacional do petróleo, o combustível teve altas registradas em maio e o GNV voltou a gerar vantagem econômica para motoristas, principalmente para quem dirige via aplicativo. 

Outro ponto que sustenta a projeção é a queda prevista da tarifa de GNV. Há uma expectativa de redução acima de 20% a partir de julho, que deve ser autorizada pela Agência Reguladora de Serviços Públicos de SC (Aresc) nas próximas semanas. Com a redução, Santa Catarina deve ficar com a menor tarifa do país. 

Apesar da projeção positiva, o consumo de GNV caiu significativamente durante a pandemia. Segundo a SCGÁS, a distribuição foi 38% menor no período. O mercado vinha com importante crescimento, de 35% nos últimos quatro anos.

Atualmente, Santa Catarina tem o terceiro maior mercado de GNV, atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, com 107 mil veículos. 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ECONOMIA  |  28/10/2020 - 15h





ECONOMIA  |  09/10/2020 - 13h


ECONOMIA  |  09/10/2020 - 10h