COMUNIDADE

Diretora de Lar de Idosos contesta boletim de Covid-19 da Prefeitura de Camboriú
Ela afirma que não recebeu informações que o paciente estava com a doença.




Foto:arquivo LP

Edir Russi, diretora operacional do Lar da Terceira Idade Padre Antonio Dias, contestou a informação divulgada pela prefeitura de que o idoso de 78 anos, que faleceu segunda-feira, estava com Covid-19. O falecido era um dos internos da casa de idosos. A diretora atendeu nossa reportagem e por telefone informou que o idoso tinha feito um teste que havia  dado negativo. Mesmo assim, fez quarentena internado no HCC (Hospital Cirúrgico de Camboriú), teve alta e voltou para o Lar da Terceira Idade. Após isso, teve um problema vascular, sendo internado no Hospital Ruth Cardoso e lá, em um novo exame, o paciente foi positivado para Covid-19. Edir afirma não ter recebido essa informação. "Ninguém avisou o lar (da Terceira Idade): nem pela Vigilância Epidemiológica e nem pelo Hospital Ruth Cardoso. Agora eu quero que a Vigilância Epidemiológica me prove por A+B que ele fez o teste e deu positivo". 

Edir relata também que o idoso veio muito debilitado, ao retornar do Hospital Ruth Cardoso: "Ele veio em 'estado de calamidade pública', de úlcera, de escaras...uma piedade. A gente bateu foto e tem tudo registrado", denuncia. Edir  ainda questiona o tratamento, pois segundo ela o idoso saiu da instituição com um problema vascular e foi tratado como covid-19.
Questionada sobre se a instiuição faria uma nota oficial sobre o caso, a diretora respondeu: "Com certeza (o resultado)vai vir positivo, pois eles ganham dinheiro em cima disso, né? Cada coitado que morre de Corona, eles ganham dinheiro em cima disso. Provavelmente vai vir positivo, eles tão ganhando dinheiro com isso aí. Infelizmente, eles estão fazendo isso", denuncia.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



COMUNIDADE  |  11/08/2020 - 11h





COMUNIDADE  |  10/08/2020 - 16h


COMUNIDADE  |  03/08/2020 - 16h