COMUNIDADE

​Obras na Rua Pinho geram danos à moradores
Secretaria de Planejamento Urbano afirma já ter tomado as devidas providências para a correção dos prejuízos




Foto: Arquivo Pessoal

Obras de pavimentação e calçamento têm causado prejuízo aos moradores da Rua Pinho, no Bairro Tabuleiro. Há 15 dias, a empresa contratada pela prefeitura tem feito os reparos necessários na via, mas segundo moradores, o serviço está sendo mau feito e também gerando danos em suas propriedades. 

“Eu falei: “poxa moço, além de quebrar a minha calçada, você quebra dentro do meu portão” e ele disse “dane-se”, relata a moradora Valdete Aparecida Pereira. Ela conta que  achou uma falta de respeito, e que além disso, que uma outra moradora também reclamou que a empresa queria arrancar o relógio de água de sua casa, mas que após discussões, conseguiu que não retirassem.


    A Rua Pinho é uma via estreita e que ainda não possui asfalto, por isso as obras estão acontecendo no local. Valdete diz que a rua deveria ser mais baixa, pois em temporadas de chuva, o escoamento da água vai para a sua casa que é menor que o nível da via. A moradora chegou a mandar mensagem para o prefeito conferir a situação, mas não obteve respostas ou uma visita até o momento. Por isso, ela conversou com outros profissionais que confirmaram que o trecho devia ter 30cm a menos, e que com as obras que estão acontecendo nos últimos dias, mais água entrará em sua residência. 

    Valdete afirma que não havia a necessidade de quebrar a calçada tão rente ao seu portão, a ponto de danificar o piso de sua casa. “Ele não precisava ter cavado do jeito que cavou tão próximo ao meu muro, e ainda ser mal educado comigo. Eu nem acabei de pagar o piso e eu não tenho um outro branco da mesma linha para colocar ali, porque eu comprei a quantia certa”, relata. 

    Para ela, o calçamento está sendo mal feito, e que além de precisarem de uma obra melhor, deveriam ser refeitas as tubulações da rua que são as mesmas há quase 40 anos. “A caixa e o tubo que eles fizeram para escoar a água é pequenininho, serviço de gente malandra que quer ganhar dinheiro e não trabalhar. Todo mundo falou isso”, desabafa a moradora. 


    Em resposta às acusações, a secretária de Planejamento Urbano, Eloísa Chiamulera afirmou que já encaminharam a denúncia para a empresa que está executando os serviços, para que eles façam os reparos na parte que foi danificada da residência de Valdete e também de outros moradores que possam ter sido prejudicados. “Alguns passeios realmente foram retirados para que possam dar o alinhamento da via, a largura que foi projetada, mas eu já pedi para que corrigisse essa parte que quebrou a mais na casa dela”, diz a secretária. 

    A respeito da redução da espessura da via e do calçamento, Eloísa explica que não será mexido na altura, e sim será corrigida o que já está. Além disso, a Rua Pinho receberá pavimentação e também a implementação do meio fio e bocas de lobo para contenção das águas e destinação correta na drenagem. 


Galeria de Fotos:





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



COMUNIDADE  |  24/11/2020 - 16h





COMUNIDADE  |  23/11/2020 - 08h


COMUNIDADE  |  20/11/2020 - 17h