COMUNIDADE

​Moradores reclamam do resultado das obras em ruas do município
Secretaria de Planejamento Urbano diz que já entrou em contato com a empresa responsável para que sejam feitos os reparos necessários




Faixa amarela foi pintada nos dois lados da Rua José Francisco Bernardes, o que impede que a população estacione em frente a comércios que não possuem estacionamento próprio. / Foto: Linha Popular

Recentemente, a Prefeitura de Camboriú tem realizado obras nas vias de alguns pontos da cidade, como na Rua Getúlio Vargas, e na Rua José Francisco Bernardes. Porém moradores têm reclamado que esses serviços estão demorando muito para ser finalizados, pois ambas as ruas ainda carecem de algumas pinturas. 

Na Rua José Francisco Bernardes, o maior problema é a pintura que foi feita errada. O padeiro Neco, que possui comércio no local há muitos anos, comenta que já reclamou com as secretarias e com o prefeito Elcio Kuhnen sobre terem realizado os dois lados da via com a pintura da faixa amarela, impedindo que os clientes estacionem o carro na rua. Segundo ele, a resposta da Prefeitura foi de que o erro da empresa terceirizada seria corrigido, e que a população poderia continuar estacionando enquanto isso. Porém, Neco conta que alguns moradores relataram que receberam multa por conta desse erro. “Pintaram em um domingo, fizeram sacanagem, porque não ia ter ninguém para reclamar e apontar o erro no domingo”, diz. 

A obra da rua foi feita há mais de um mês. Uma funcionária de um comércio local comenta que as faixas de pedestres ainda não foram feitas e tem sido difícil transitar na rua, principalmente porque os carros não param para que os pedestres atravessem.  

Falta da pintura da faixa de pedestres tem gerado incomodo para moradores / Foto: Linha Popular

Foto: Linha Popular


Outro erro apontado por Claiton César Pereira, gerente da Sara Móveis, é que algumas faixas de pedestre foram alteradas, sendo mudadas de lugar. Um exemplo é a faixa que deveria ser feita em frente a loja, que antes era localizada em frente ao comércio ao lado, pois com ela, o estabelecimento fica impossibilitado de estacionar o caminhão para realizar a carga e descarga dos móveis. 

Na Rua Getúlio Vargas, o principal problema apontado pelos moradores é a falta de planejamento na hora de realizar as obras. Débora dal Prá, moradora da rua, diz que o asfalto foi realizado em apenas 5 horas, de forma mal feita e inclusive, alguns pontos já estão soltando. Ela conta que já mandou mensagens para todos os vereadores, que afirmaram que iriam resolver a situação, e para o prefeito Élcio, mas ele não deu nenhum retorno. 

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Débora acompanhou as obras da rua, e apontou um problema sério em relação às bocas de lobo da localidade, que foram feitas acima da parte correta de escoamento, dessa forma, a água da chuva passa direto e se acumula em alguns pontos da rua, como em frente a residência da moradora, conforme o vídeo enviado por ela.

A reportagem do Linha Popular entrou em contato com a secretária de Planejamento Urbano, Eloisa Chiamulera, que afirmou ter entrado em contato com a empresa responsável pelas obras e já está sendo programada a pintura de todas as ruas que faltam, e também a correção da José Francisco Bernardes. Além disso, será verificado o acabamento das bocas de lobo da Getúlio Vargas, e em seguida, a secretaria deve entrar em contato com a empresa executora.


Confira o vídeo:






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



COMUNIDADE  |  20/10/2020 - 12h





COMUNIDADE  |  20/10/2020 - 09h


COMUNIDADE  |  16/10/2020 - 13h