COMUNIDADE

​Camboriuense desempregada vende trufas para completar a renda familiar
Mesmo vendendo todos os dias, o dinheiro ainda não é o suficiente para manter a casa




Foto: Arquivo Pessoal

2020 foi um ano de reinvenção. Sem emprego, Marlete Gonzaga precisou dar a volta por cima para conseguir manter a casa, já que com a pandemia, ficou mais difícil se recolocar no mercado de trabalho. Há alguns meses, a moradora do bairro Cedro, sai todos os dias pelas ruas de Camboriú vendendo trufas caseiras, produzidas por ela mesma. 

Em fevereiro deste ano, Marlete ficou desempregada. O mercado que trabalhava na limpeza fechou. Sem a renda principal, faltava dinheiro para pagar as contas mensais de aluguel, luz, água e alimentação. Ela conta que nos primeiros dias chegou a ficar deprimida, pois a preocupação de como seriam os próximos meses a consumia, mas que aos poucos foi pensando em alternativas para gerar uma renda para manter a casa, até que decidiu começar a vender trufas. 

Na primeira produção, Marlete pediu que um de seus filhos comprasse os materiais necessários no cartão de crédito, e a partir disso, começou a fazer diariamente e a sair vendendo pela cidade. 

 São cinco sabores de frutas: brigadeiro, maracujá, limão, beijinho e morango. Por conta da pandemia, as vendas não estão sendo tão boas, mas Marlete afirma que consegue tirar, pelo menos, um dinheirinho todo dia para pagar as contas. “Eu tenho que guardar todo o dinheiro para poder pagar as dívidas, não posso tirar nada dali. Às vezes, eu faço 30 ou 40 reais por dia, mas nem sempre vende tudo”, explica. 

As trufas são fresquinhas, produzidas no mesmo dia. Marlete levanta cedo, as produz e logo em seguida, sai de bicicleta por toda a cidade oferecendo. Alguns dias da semana, seu filho, que trabalha no shopping, e o genro, que trabalha na rodoviária de Balneário Camboriú, levam o produto para ajudar Marlete a vender e arrecadar o dinheiro das contas mensais. “Mas ainda não dá pra pagar tudo, por isso, meu filho me ajuda, eu pago metade do aluguel e ele a outra parte, mas ainda tem água, luz e comida, né?!”, conta. 

Marlete entrega as trufas em casa, quem quiser encomendar, pode entrar em contato com ela através do número (47) 99618-4540.

Todos os dias, Marlete produz e vende as trufas 

 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



COMUNIDADE  |  20/10/2020 - 12h





COMUNIDADE  |  20/10/2020 - 09h


COMUNIDADE  |  02/10/2020 - 08h